Crescer dói

Tenho me sentido extremamente infeliz, hoje especialmente. Não compreendo, pois sou uma pessoa feliz, tenho motivos para sorrir, tenho uma vida para viver e essa vida, mesmo com os obstáculos, é boa. Mas então por que a vontade de chorar, por que a vontade de sumir no mundo, por que a falta de vontade de viver, de sorrir, de falar, por que isso está batendo tão forte em mim, no meu peito?

Eu odeio me sentir assim, porque reconheço em mim a auto-piedade, e nenhum outro sentimento tem me incomodado tanto quanto esse.

Antes de começar a escrever, eu tinha tanta coisa na cabeça, mas parece que as palavras estão fugindo.

Tenho assistido a alguns filmes que me fizeram refletir. Eles são tristes, são reais e obscuros. Cenas de violência obscenas, monstruosidades humanas, falta de amor ao próximo, egoísmo, egocentrismo e tudo isso em uma puta escala enorme e gigante, que engole seres vivos e desencarnados, crianças e idosos, homens e mulheres. Sei, que neste momento, nessa vibe em que estou, eu deveria fugir de filmes assim e me afundar em comédias românticas ruins e fúteis. Mas não tenho paciência para filmes rasos, nem para conversas superficiais eu tenho tido paciência. Tenho me irritado com facilidade ao ter conversas vazias. Tenho evitado contato com pessoas que não sabem falar de nada fora do mundo fútil e vazio próprio. Me irrita falar sobre aparência, homens ou consumo. Me irrita ouvir pessoas alienadas falarem sobre política. Me irrita ouvir pessoas defendendo um governo corrupto e nojento, principalmente porque meu voto somou à reeleição dele e me sinto mal por isso. Me irrita ver o quanto as pessoas são mesquinhas, arrogantes e hipócritas e me irrita mais ainda saber que não sou tão diferente delas quanto gostaria.

Me sinto como uma panela de pressão, que a qualquer momento vai explodir. Me sinto mal. E não é só TPM, não pode ser só isso. Porque mesmo me sentindo mal, sei que isso faz parte de uma mudança dentro de mim. Me sinto mudando, e juro, JURO mesmo que estou tentando não lutar contra isso.

Crescer dói. Essas dez letras e duas palavras ouvi de uma irmã. Uma mulher abençoada e iluminada. Ela não sabe o quanto essas palavras ecoam em minha mente desde então. E essas palavras vieram após diagnosticar verdadeiro um texto que compartilhei com elas. Me senti feliz, pois o texto apontava sintomas que estou vivendo no momento, me senti infeliz porque não quero me apoiar a isso para viver esse momento.

Senhor, como a fé é tão fraca? Como pode ser a base de nossa fortaleza? Como posso criar um castelo se minha fé é tão fraca? Se fraquejo diante de novas dificuldades, se me sinto mal e hipócrita o tempo todo?

Sinto que estou mudando, sinto que estou crescendo. E por isso me sinto assim, porque gostaria mesmo é de voltar a ser criança.

Aliás, algumas lembranças de infância estão retornando aos poucos e daí já não sei se são mesmo memórias do que existiu ou criadas pela minha mente repleta de rachaduras.

Não me sinto preparada para falar das imagens que estão aqui. Apenas um nome me recordo: Lucas. Lembro de sua irmã mais nova, mas não me lembro dela. Estranho né? Mas me lembro do seu pai. E sinto repulsa e um nojo extremo. Mas ao mesmo tempo sinto medo de nutrir esse sentimento e estar enganada. Ou pior, de não nutrir esse sentimento e não querer justiça. Porque não me lembro de tudo? Eu devia ter uns cinco anos, na época. Será que não tenho lembranças fortes porque é o melhor para mim? Será que se eu me lembrasse de tudo hoje estaria aqui? Ou será que essas lembranças estão aparecendo aos poucos porque devo aprender com elas e esse é o momento certo?

Hoje me ocorreu uma coisa: crescer dói. E dói, sofremos, porque somente assim poderemos enxergar a dor no próximo. Se o sentido da vida é evoluir e auxiliar meus irmãos a evoluírem, então devo compreender minhas e suas dores. Já diria Vovó Maria Conga: a dor lapida o espírito. Que assim seja, eu gostaria de dizer, mas estou preparada para aceitar?

Que assim seja.

Texto reflexivo para ler mais vezes: http://conversaentreadeptus.com/site/5-dores-de-crescimento-comuns-da-ascensao-espiritual/

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s